...pensamentos, meditações, esboços e outros apontamentos de um pastor!

10
Mai 17

I Timóteo 2:5-6

  1. Porque há um só Deus, e um só Mediador entre Deus e os homens, Cristo Jesus, homem,
  2. o qual se deu a si mesmo em resgate por todos, para servir de testemunho a seu tempo;
  3. para o que (digo a verdade, não minto) eu fui constituído pregador e apóstolo, mestre dos gentios na fé e na verdade.

 

A afirmação, “Um só Deus e um só Mediador”, que pode ser lida no versículo cinco, exclui todo e qualquer deus para além do Senhor nosso Deus e exclui também outro mediador (seja homem ou mulher), entre nós e Deus.

Nestes versículos, para além do Apóstolo Paulo afirmar que Jesus Cristo é o único mediador, ele explica a razão porque Jesus é o único. No versículo seis ele esclarece: Porque foi o único que fez mediação através da Sua morte na cruz - “se deu a si mesmo em resgate por todos.” Mais ninguém o fez. Ele é, portanto, o único Salvador, o único Senhor e soberano sobre todo o universo. Ele é o único Rei e Salvador. Qualquer outro mediador para além de Cristo (ou em sua substituição), é idolatria. Transformar homens ou mulheres, ainda vivos ou que já tenham morrido, mesmo tendo sido grandes homens ou mulheres de Deus, em mediadores ou mediadoras, reis ou rainhas do Céu, é idolatria.

Mais ainda… Fazer imagens deles ou delas e curvarem-se diante dessas mesmas imagens, esculpidas por mãos humanas, é um verdadeiro disparate, é um verdadeiro absurdo. O Profeta Isaías afirma isso mesmo no texto que se encontra em Isaías 44:13-20.

  1. O carpinteiro estende a régua sobre um pau, e com lápis esboça um deus; dá-lhe forma com o cepilho; torna a esboçá-lo com o compasso; finalmente dá-lhe forma à semelhança dum homem, segundo a beleza dum homem, para habitar numa casa.
  2. Um homem corta para si cedros, ou toma um cipreste, ou um carvalho; assim escolhe dentre as árvores do bosque; planta uma faia, e a chuva a faz crescer.
  3. Então ela serve ao homem para queimar: da madeira toma uma parte e com isso se aquenta; acende um fogo e assa o pão; também faz um deus e se prostra diante dele; fabrica uma imagem de escultura, e se ajoelha diante dela.
  4. Ele queima a metade no fogo, e com isso prepara a carne para comer; faz um assado, e dele se farta; também se aquenta, e diz: Ah! já me aquentei, já vi o fogo.
  5. Então do resto faz para si um deus, uma imagem de escultura; ajoelha-se diante dela, prostra-se, e lhe dirige a sua súplica dizendo: Livra-me porquanto tu és o meu Deus.
  6. Nada sabem, nem entendem; porque se lhe untaram os olhos, para que não vejam, e o coração, para que não entendam.
  7. E nenhum deles reflete; e não têm conhecimento nem entendimento para dizer: Metade queimei no fogo, e assei pão sobre as suas brasas; fiz um assado e dele comi; e faria eu do resto uma abominação? ajoelhar-me-ei ao que saiu duma árvore?
  8. Apascenta-se de cinza. O seu coração enganado o desviou, de maneira que não pode livrar a sua alma, nem dizer: Porventura não há uma mentira na minha mão direita?

 

Concluindo… À luz da Palavra de Deus, a Bíblia, a “mariolatria” é duplamente um absurdo. Primeiro porque Jesus é o único Rei do céu (e de todo o universo), o único Redentor (não havendo mais ninguém com Ele), o único Mediador (só Ele intercede por nós) e, portanto, Ele é o único merecedor da minha adoração e serviço (nunca Maria ou outro qualquer); segundo, também à luz da Palavra de Deus, fazer imagens e curvarmo-nos diante delas é uma abominação para Ele.

Sendo a Bíblia a única regra de fé e prática para o cristão, para mim “Há um só Deus e um só Mediador entre Deus e os homens, Cristo Jesus, homem”

 

Pr. Jaime Fernandes - pechanense às 00:17

02
Dez 13

“…preparai o caminho do Senhor,

tornai retas as suas veredas.” (Mateus 3:3)

 

Da mesma forma que no passado o Prometido era esperado, em que tudo se preparava para que estivessem criadas as condições necessárias para a vinda Daquele que foi chamado de “Príncipe da Paz”, também nós, hoje, aguardamos a hora de celebrar mais um aniversário do nosso Salvador e preparamo-nos, com expectativa, para o Seu regresso. (Lucas 21:25-36)

Pr. Jaime Fernandes - pechanense às 14:16

subscrever feeds
arquivos
mais sobre mim
pesquisar neste blog
 

links

blogs SAPO