...pensamentos, meditações, esboços e outros apontamentos de um pastor!

13
Ago 14

Aquele que se considera um Super Astro fica inchado de tal maneira que, na sua proeminente forma, irradia luz, como se da sua própria luz se tratasse. Tenta ofuscar tudo e todos que se encontram à sua volta. Tem sido assim nestes últimos dias, mas também tem sido assim ao longo dos tempos. Com a sua excessiva vaidade, brilha, brilha e brilha a noite inteira, mas ainda assim deseja brilhar mais durante o dia.

Na sua vaidade esquece algo muito importante que faz com que a humildade fique completamente apagada. Por mais que brilhe nunca poderá ofuscar a Luz do Astro Rei. Toda a opulência acaba sempre passado algum tempo. Aquele que a si mesmo se exalta, porque não tem luz própria, vai-se apagando. A luz que dele sai, na verdade, não passa de um pequeno reflexo da Luz que do Astro Rei é emanada.

 “Porque toda a carne é como a erva, e toda a glória do homem como a flor da erva. Secou-se a erva, e caiu a sua flor;
Mas a palavra do Senhor permanece para sempre. E esta é a palavra que entre vós foi evangelizada.” (I Pedro 1:24-25)

Pr. Jaime Fernandes - pechanense às 15:48

09
Dez 13

Não apagueis a luz.

Neste período de Advento, em que nos preparamos para a celebração do nascimento do Messias, os cristãos devem também refletir e exercitarem-se na preparação para a grande festa que vai acontecer quando Jesus Cristo voltar. A preparação para um e outro acontecimento é espiritual, passa pelo coração daquele que crê… Tem tudo a ver com a intensidade da Luz que habita em nós.

“…eu vim para que tenham vida, e a tenham com abundância.” (João 10:10)

Deus criou o ser humano “à Sua imagem e semelhança” (Gen. 1:27). Colocou dentro dele uma partícula da Sua própria natureza, isto é, dentro da criatura foram colocadas, pelo Criador, qualidades divinas: espiritualidade, razão, santidade, vontade, sentimentos de amor, carinho, amizade, perdão… Podemos mesmo afirmar que uma partícula da Luz Divina brilha em cada criatura humana, permitindo-nos viver uma vida plena e abundante.

Mas será que nos dias de hoje ainda se pode ver no Homem algum brilho dessa Luz? Eu creio que sim. O problema é que muitas vezes nós escondemos essa Luz ao colocarmos no nosso coração determinados sentimentos, tais como o orgulho, o ciúme, a inveja, o ódio… que depois se traduzem numa vida de conflitos e infelicidade, não sendo capazes de amar, perdoar, fazer o bem, confortar aqueles que sofrem, adorar e servir a Deus… Como a chama de uma vela que é tapada com uma vasilha, faltando-lhe o oxigénio que a alimenta, essa Luz vai sufocando e vai desaparecendo. O ser humano que não abre o seu coração a Deus não permite que as qualidades divinas e nobres, que lhe foram dadas, se expressem livremente em amor e boas ações. A “chama divina”, colocada na alma do ser humano, só permanecerá acesa enquanto estiver em contacto com Aquele que a alimenta, Aquele que fornece o “oxigénio”, ou seja, enquanto estiver em íntima comunhão com Deus.

A Luz de Deus é necessária. Sem ela o nosso coração, a nossa vida, fica na escuridão. Todos nós precisamos de luz para iluminar o nosso caminho, caso contrário corremos o sério risco de tropeçar e cair. Jesus disse: “Eu sou a luz do mundo; quem me segue não andará em trevas, pelo contrário, terá a luz da vida” (João 8:12). Jesus, Aquele que veio a este mundo para nos Salvar, é quem nos ilumina o caminho da vida. Quando abrimos o nosso coração a Jesus Cristo (quando permitimos que Ele nasça na nossa vida), não só deixamos de estar em trevas como também nos tornamos luzes no meio das trevas deste mundo. Permanecer junto de Jesus impede-nos de viver na penumbra ou mesmo na escuridão. Buscar Deus diariamente é viver a “vida abundante” que só Ele nos pode dar.

Não deixar que a Luz que ilumina o curso da nossa vida diminua de intensidade, é estar preparado para a celebração de mais um aniversário do nosso Salvador e, também, é estar preparado para o Seu regresso.

 

Pr. Jaime Fernandes - pechanense às 11:58

subscrever feeds
arquivos
mais sobre mim
pesquisar neste blog
 

links

blogs SAPO